A morte do “Foodstagram”? Restaurantes proibem clientes de tirar foto dos pratos

Alguns restaurantes já começaram a proibirem clientes de tirar fotos de seus pratos em Nova Iorque.

Se mais restaurantes seguirem o exemplo, teremos chegado ao fim do “foodstagramming”, uma prática popular que envolve os freqüentadores do restaurante – tirar fotos de suas refeições, e compartilhá-los online no Instagram. Enquanto alguns acham que é ridículo postar fotos de comida, outros simplesmente não conseguem parar de fotografar um suculento bife à frente deles.

A política em torno de fotografia de alimentos variam de restaurante para restaurante: vão desde a restrições ao uso de flash à proibição total.

“Algumas pessoas são arrogantes a respeito. Eles não entendem o porquê. Mas nós explicamos que é uma grande mesa e queremos que as pessoas ao seu redor para aproveitar a refeição. Eles pagam muito dinheiro pela refeição. Tornou-se mesmo uma distração.” disse Issa Moe, dono da Tabela do Chef na Tarifa Brooklyn.

Embora nem todos que fotografem comida usem o Instagram, o serviço de compartilhamento de fotos agora tem 90 milhões de usuários ativos mensais, e foodstagramming tornou-se o mais popular compartilhamento.

Você também é culpado de tirar fotos das suas refeições? Você acha que os proprietários do restaurante devem proibir a prática? Compartilhe suas opiniões nos comentários abaixo.

Tradução livre do Post Original



4 Comments

  1. Dan Dantas wrote:

    Proibição é coisa de quem tá devendo ou tem receio dos produtos q ue vende. Proibir uma "propaganda" gratuita é burrice.

  2. Se acontece no Brasil…… hahaha!

  3. Thiago Junio wrote:

    Se acontece no Brasil hahaha