Projeto Gastronomia no Morro, mais um ponto para Minas Gerais

Quando ouvi dizer sobre um tal evento que levaria a cozinha do morro para o asfalto e ensinar as técnicas de cozinha para os fogões do morro já me encantei com o projeto.

Idealizado pela Secretaria de Estado de Turismo e pelo Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos – Muquifu e desenvolvido em conjunto com a comunidade do Aglomerado Santa Lúcia e outros parceiros o Projeto Gastronomia do morro foi lançado no final de setembro e foi desenvolvido em duas etapas.

Na primeira, 19 de outubro, o chefs do Aglomerado apresentaram suas receitas para cinco renomados chefs de Belo Horizonte. O evento aconteceeu no Salão Paroquial do Aglomerado Santa Lúcia (Salão do Encontro Padre João Batista Guetta), na Rua Principal, 321, às 13h.

Na segunda etapa, ocorrida no dia 02 de novembro, os chefs convidados cozinharam para os chefs do Aglomerado. O evento aconteceu no restaurante Vecchio Sogno e cada um dos “Chefs de Cozinha” fez uma releitura dos pratos apresentados pelos “Chefs do Morro”.

Leandro Pimenta (do restaurante The Lab) fez a releitura do prato do Cozinheiro Deco (autor do prato Galopé). Paula Cardoso (Haus Munchen) da a cozinheira Wanusa (autora da salada de umbigo de banana e da folha de assapeixe). Henrique Gilberto (Belo Comidaria) da cozinheira Fátima (autora da sobremesa). Frederico Trindade e Felipe Rameh (Trindade) de Lia (autora da língua recheada). Ivo Faria (Vecchio Sogno) de Frederico (autor da moranga recheada).

Foto Oficial Projeto Gastronomia no Morro

Chefs de Cozinha e Chefs do Morro no Projeto Gastronomia no Morro

Agostinho Patrus, Ivo Faria e Paula Cardoso

Agostinho Patrus, Ivo Faria e Paula Cardoso

Prato releitura do Projeto Gastronomia no Morro

Prato releitura do Projeto Gastronomia no Morro

Projeto Gastronomia no Morro

Projeto Gastronomia no Morro

Chefs fazendo releitura dos pratos do Morro

Chefs fazendo releitura dos pratos do Morro